Projetos Erasmus KA229 – 2020-2022

Este ano o Agrupamento de Escolas tem 6 projetos Erasmus KA229 aprovados! Queremos alunos e professores com ânimo e determinação para agarrar estes desafios e integrar as equipas de cada projeto. 

A área da educação está a ser seriamente afetada pela crise de COVID-19. A eminência constante de uma possível transição para o E@D e as restrições de viagem representam um desafio para os participantes em programas de mobilidade transfronteiriça, como Erasmus KA229.

É em momentos de crise que mais precisamos uns dos outros e trabalhar em equipas internacionais pode contribuir mais eficazmente para a resolução de problemas comuns. 

INSCRIÇÕES (ATÉ 18 DE OUTUBRO) AQUI!

 

Challenges of generation Z

“Geração Z” refere-se ao que frequentam hoje as nossas escolas (sociologicamente refere-se aos nascidos entre a segunda metade dos anos 1990 até o início do ano 2010). Uma das características que marca esta geração é o “zapear” entre canais de televisão, internet, jogos eletrónicos e smartphones. Evidentemente esta geração também está intimamente ligada às gerações anteriores e posteriores, que também enfrentam os desafios do mundo moderno “digitalizado”. A sociedade atual acaba por refletir as influências positivas e negativas desta digitalização. Com este projeto, sensibilizando os vários stakeholders para esta realidade, acreditamos podermos transformar esses efeitos em positivos e dar pequenos passos em direção a mudanças significativas que contribuirão positivamente para a nossa e para as futuras gerações.

O projeto centra-se em questões que, em todos os aspetos, dizem respeito às TIC modernas, e enformam a geração “Z”, que está a crescer com dispositivos inteligentes e é extremamente hábil na comunicação em redes sociais. No entanto, um número crescente de estudos empíricos revelam que os jovens têm competências intermédias em vez de elevadas competências no uso de tecnologias. O uso intenso das tecnologias modernas também costuma ter um impacto negativo no estilo de vida saudável (eg. vício, falta de movimento, hábitos alimentares pouco saudáveis, etc.) E, além disso, o problema do estilo de vida digitalizado também se reflete no consumismo desenfreado, que, frequentemente, acarreta impactos ambientais adversos.

Estes factos conduziram-nos ao Challenges of generation Z, com os seguintes objetivos:

  • integração sensata, útil e segura das TIC modernas na educação;
  • o movimento como parte da vida quotidiana;
  • promoção do património culinário europeu na alimentação escolar, com destaque para produtos saudáveis produzidos localmente;
  • contribuição individual para minimizar alterações climáticas.

 Os alunos, com idades compreendidas entre os 13 e os 16 anos, trabalharão em equipa nas atividades do projeto, seja a nível de escola ou a nível internacional. Estão previstas mobilidades para fins de aprendizagem a cada um dos países envolvidos na parceria, subordinadas a diferentes subtemas

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MONTEMOR-O-NOVO, Portugal – ICT – INOVADOR, SENSÍVEL, SEGURO
As atividades promoverão o uso racional das TIC, o equilíbrio entre os efeitos positivos e negativos das tecnologias modernas, a segurança cibernética e o bem-estar digital.

ELEMENTARY SCHOOL KOZJE, Eslovénia – PATRIMÓNIO CULINÁRIO LOCAL, SAUDÁVEL (Coordenador geral)
O desafio central deste encontro serão atividades sobre o tema da cultura local, alimentação saudável, culinária tradicional dos países parceiros, cooperação com produtores locais e a importância de apoiar a agricultura local.

IES PORT D ‘ALCUDIA, Palma de Maiorca, Espanha – ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS / MEIO AMBIENTE
As atividades centrar-se-ão na consciencialização sobre a ameaça ao planeta e como cada indivíduo pode fazer a diferença no cuidado pelo meio ambiente.

ELEMENTARY SCHOOL LUĆAC, Croácia – ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL / MOVIMENTO
O desafio central deste encontro serão atividades que promovam um estilo de vida saudável, bem‑estar físico e mental, a ligação entre a atividade física e a função cerebral.

Coordenador do projeto: Ana Luz

 

Geração Verde

Foi aprovado mais um Projeto ERASMUS+ intitulado “Geração Verde”, no âmbito da Ação Chave 2: Parcerias de Intercâmbio Escolar, que envolverá mobilidade de professores e alunos, em atividades de formação e partilha de conhecimentos com 4 países (Áustria, Eslovénia, Roménia e França). 

Tendo como pressuposto, a necessidade de promover um desenvolvimento sustentável, pretende-se sensibilizar os alunos (com idades compreendidas entre os 13 e os 15 anos) das várias escolas europeias intervenientes no projeto, a tornarem-se atores na implementação de comportamentos ecológicos e, posteriormente, partilhar essas boas práticas nas suas comunidades. Assim, em família, na escola, na comunidade alargada e em última instância, a nível europeu, o projeto visa capacitar a geração do amanhã a trabalhar cooperativa e colaborativamente, na consecução do mesmo objetivo: promover e trocar boas práticas em soluções sustentáveis para a sobrevivência do nosso planeta.

A parceria é composta pelas seguintes instituições:

  • AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MONTEMOR-O-NOVO, Portugal
  • SCHOOL: HAK ALTHOFEN, Austria
  • COLLÈGE GEORGES DESNOS, LA FERTE BERNARD, France
  • VIZ II. OS Rogaska Slatina, Eslovenia
  • COLEGIUL NATIONAL AVRAM IANCU, Romenia

Coordenadores do projeto: Carla Marvão e Maria José Brito

Let's make a move! - 17 steps to a sustainable Europe

Ao endossar a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e seus 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) em 2015, a comunidade internacional reafirmou seu compromisso em prol do desenvolvimento sustentável. Por meio desta Agenda, 193 estados membros comprometeram-se a assegurar um crescimento económico sustentável e inclusivo, proteção ambiental e inclusão social, e fazê-lo num espírito de parceria e paz.

Nós, professores da UE e de países relacionados com a UE, acreditamos que os alunos na escola não devem apenas aprender sobre as implicações destes ODS, mas também devem ser atores de mudança.

Os alunos, com idades compreendidas entre os 15 e os 18 anos, trabalharão em equipa nas atividades do projeto, seja a nível de escola ou a nível internacional, por forma a desenvolverem uma cidadania ativa e, passo a passo, uma Europa sustentável para todos nós. Estão previstas mobilidades para fins de aprendizagem a cada um dos países envolvidos na parceria, subordinadas a diferentes subtemas

  • AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MONTEMOR-O-NOVO, PORTUGAL – PLANETA
  • ENSEMBLE SAINT FÉLIX LA SALLE (COLLÈGE, LYCÉE), NANTES, FRANÇA – PLANETA
  • IES LA ALBERICIA, SANTANDER, ESPANHA – PAZ
  • MUHOKSEN LUKIO, MUHOS, FINLÂNDIA – PESSOAS
  • ADAM-JOSEF-CÜPPERS-BERUFSKOLLEG, RATINGEN, GERMANY – PROSPERIDADE
Coordenador do projeto: Ana Luz

My Teacher Nature

Foi aprovado o projeto KA2- My Teacher Nature a desenvolver no nosso Agrupamento durante os próximos dois anos letivos, com o pré-escolar como grupo-alvo. O projeto conta com a parceria de escolas da Macedónia, Letónia, Turquia, Espanha e Estónia que, juntas, irão  trabalhar as diferentes disciplinas com recurso a materiais da natureza. Imersos no ambiente natural, os alunos socorrer-se-ão dos seus recursos para  desenvolver conhecimentos nas diferentes áreas e aprenderão a respeitar e viver em equilíbrio com a natureza.

O projeto está estruturado em torno dos seguintes objetivos:
Encontrar na natureza, materiais e estratégias para ensinar/ aprender com recurso aos métodos: Stem, Construtiva, Codificação, Orientação e abordagens baseadas na natureza como Montessori, Waldorf. As escolas Reggio Emilia, Forest serão utilizadas para garantir que as crianças aprendam fazendo e experimentando. Serão realizadas atividades com materiais naturais nas aulas de Ciências, Artes, Matemática. Com as atividades artísticas, as crianças irão examinar a arte da natureza e utilizar objetos naturais, desenvolvendo a criatividade e as habilidades de pensamento estético. O ensino de línguas será ministrado por meio da música, contacto com línguas estrangeiras. As crianças terão a oportunidade de contactar com a música e instrumentos infantis locais / nacionais / universais. A educação científica será ministrada por associação com a vida quotidiana e a natureza e as crianças, observarão, pesquisarão, examinarão, aplicarão o método científico. As crianças receberão educação ambiental e a conscientização para economizar, protegendo os recursos naturais e serão sensibilizadas para as mudanças climáticas.
Os professores irão obter formação em novos modelos de ensino-instrução da Europa, melhorando o desenvolvimento profissional e pessoal, ampliando as suas opiniões para além das fronteiras culturais e nacionais.
Os resultados do projeto serão disseminados  nas línguas maternas dos países e em sites das escolas, blog do projeto, páginas de redes sociais das escolas, plataforma eTwinning e Plataforma de resultados do projeto Erasmus +. As escolas parceiras trabalharão juntas na plataforma eTwinning e no Twinspace.


A parceria é composta pelas seguintes instituições:

  • JOUDG “BRESHIA”, Antigua República Yugoslava de Macedónia
  • RĪGAS 272. PIRMSSKOLAS IZGLĪTĪBAS IESTĀDE PĒRLĪTE, Letónia
  • KOHTLA-JÄRVE LASTEAED TUHKATRIINU (KOHTLA JARVE KINDERGARTEN “TUHKATRIINU”), Estónia
  • NACIYE KABAKCI ANAOKULU, Turquia
  • AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MONTEMOR-O-NOVO, Portugal
  • CEIP VICENTE GIRONES MORA, Espanha (Coordenador geral)

Coordenadores do projeto: Ana Massano e Emília Isaías

R.E.A.D.Y - Realistic Education Among Digital Youth

O mundo atual assiste a uma transformação digital. Neste sentido, formar pessoas com estas competências é fundamental para que possam beneficiar das oportunidades que o mundo digital já oferece e virá a oferecer no futuro. Este projeto pretende contribuir para este objetivo internacional, formando alunos, os atores da mudança, e professores, que possam servir de modelo e orientar os seus alunos neste processo.

A parceria é constituída pelas seguintes organizações:

  • MUGLA SEHIT ZIYA ILHAN DAGDAS MESLEKI VE TEKNIK ANADOLU LISESI, Turquia – Coordenador geral
  • CIRKEVNA STREDNA ODBORNA SKOLA ELEKTROTECHNICKA P.G.FRASSATIHO, ESLOVÁQUIA
  • ÅSANE VIDEREGÅENDE SKOLE, Noruega
  • AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MONTEMOR-O-NOVO, Portugal
  • ZESPOL SZKOL GEODEZYJNO-TECHNICZNYCH IM. SYBIRAKOW W LODZI.  Polónia
  • STREDNI ODBORNA SKOLA MULTIMEDIALNI A PROPAGACNI TVORBY, s.r.o., República Checa

Os alunos, com idades compreendidas entre os 15 e os 18 anos, trabalharão em equipa nas atividades do projeto, seja a nível de escola ou a nível internacional. Estão previstas mobilidades para fins de aprendizagem a cada um dos países envolvidos na parceria, subordinadas a diferentes subtemas:

Digitalização &:

  • Competências de empreendedorismo
  • Tecnologias educacionais
  • Qualificações profissionais
  • Competências especiais para empresas
  • Cultura & Mundo

Coordenador do projeto: Ana Luz

 

Sustainable Environment

Foi aprovado o projeto KA2- Sustainable Environment a desenvolver no nosso Agrupamento durante os próximos dois anos letivos. O grupo alvo são os alunos com idades compreendidas entre os 11 e os 14 anos. O projeto conta com a parceria de escolas gregas, polacas e francesas que, juntas, irão  promover atividades e dinâmicas relacionadas com o desenvolvimento sustentável que envolverão toda a comunidade educativa, explorando e contactando com o meio ambiente e gerando comportamentos de preservação e equilíbrio dos ecossistemas.

O projeto está estruturado em torno dos seguintes objetivos:

Conscientizar, gerar e potencializar iniciativas relacionadas ao desenvolvimento sustentável para todos os alunos do países parceiros com impacto local e regionalmente por meio de uma comunicação local e outras atividades.

O impacto deverá fazer-se sentir não apenas ao nível da escola, mas também de toda a comunidade (famílias, instituições, associações, coletividades…)

A parceria é composta pelas seguintes instituições:

  • COLLÈGE LES DEUX CANONS, Ile Reunion, França (Coordenador geral)
  • SZKOLA PODSTAWOWA NR 11, Polónia
  • PRIMARY SCHOOL OF AVDIRA, Grécia
  • AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MONTEMOR-O-NOVO, Portugal
 Coordenadores do projeto: Ana Massano e Emília Isaías 

Deixe um comentário